Arrancou hoje, à escala nacional, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19, cujas cerimónias centrais decorreram no Hospital Central de Maputo (HCM), sob o lema “Vacinar Sim, Prevenir Sempre”.
O evento, presidido pelo Ministro da Saúde, Armindo Tiago, contou ainda, com a presença de diferentes individualidades de entre elas, o Presidente do Município da Cidade de Maputo, Eneias Comiche, a Secretária do Estado da Cidade de Maputo, Sheila Santana e do Embaixador da República Popular da China em Moçambique, Wang Hejun.
No seu discurso inaugural, Eneas Comiche endereçou agradecimentos especiais às entidades da Saúde e Governo, pela disponibilização de 3,920 doses de vacinas destinadas a imunizar 10,937 profissionais de saúde na cidade de Maputo.
As vacinas, segundo deu a conhecer o Presidente do Município de Maputo, já foram distribuídas pelos dezoito pontos de vacinação criados, nomeadamente, o HCM, Hospitais Gerais e, em todos os Distritos Municipais onde foram igualmente capacitados 154 profissionais de saúde, de modo que o processo decorra segundo o almejado.
Já o Ministro da Saúde, Armindo Tiago, a quem coube as honras de presidir a campanha, iniciou o seu discurso felicitando a toda a mulher, em especial a moçambicana, pela passagem do Dia Internacional da Mulher, celebrado anualmente, no dia 8 de março.
As saudações do governante, foram ainda extensivas a todos os Profissionais de Saúde, pela entrega, dedicação e altruísmo que têm demonstrado na prevenção e combate ao novo Coronavírus e, os parceiros de cooperação, multilaterais e bilaterais, pelo envolvimento na prevenção e combate à pandemia.
O momento mais aguardado da cerimônia, foi marcado pela vacinação do primeiro cidadão moçambicano em território nacional, por sinal o próprio Ministro da Saúde, um gesto que, acredita-se pretender transmitir a fiabilidade do processo e, encorajar a todos os profissionais de saúde e sociedade em geral, a aderirem.
Junto com o governante, tomaram também a vacina, o Director Geral do HCM Mouzinho Saide, dois Enfermeiros afectos a esta unidade sanitária e, de forma ilustrativa, dois idosos do Centro de Apoio a Velhice e, ainda, dois Coveiros dos serviços funerários do Município de Maputo.
Feitas as contas, nas 200.000 doses de vacina até então recebidas, serão vacinados, todos os profissionais de saúde, outros grupos de risco e, em função da disponibilidade, serão abrangidos outros concidadãos, até que seja alcançada toda a população elegível.
A administração da vacina, é por injecção intramuscular na parte superior do braço e, será feita em duas doses, com intervalo de 21 dias, cuja eficácia comprovada em ensaios clínicos, é de 79.3% contra doença sintomática e 100% contra doença moderada a grave.
O início desta campanha, acontece três dias depois do lançamento do Plano Nacional de Vacinação, que prevê imunizar até ao fim do processo, um total de 16.805.399 pessoas.

Leave a Comment