Uma exposição fotográfica intitulada “INSTINTO DE SOBREVIVÊNCIA”, encontra-se desde ontem (08/03) patente na oncologia do Hospital Central de Maputo (HCM).
O Projecto é da Casa Rosa de Moz, uma organização sem fins lucrativos que apoia doentes com cancro e, tem como objectivo, reforçar a consciencialização sobre a temática do cancro da mama, chamando à razão, sobre a importância do auto-exame, prevenção e detecção precoce da doença.
São ao todo, quinze obras fotográficas que, retratam a dura realidade de algumas mulheres que vivem ou alguma vez já tiveram cancro, e pretende-se com o gesto, homenageá-las pela força, determinação que mostram contra este mal.
Até porque a escolha da data 08 de Marco, Dia Internacional da Mulher, não foi ao acaso, serviu especificamente para encorajar, inspirar e, consciencializar a toda a mulher sobre os cuidados e, medidas a ter perante os perigos que a doença trás.
As obras, da autoria de Ana Bee (Portugal), Ana Paula Tynyzsin (Brasil), Caio Gimenes (Brasil), Carey Kirkella, Photographer (EUA), Mateus Gaspar (Angola), Nyimba Art (Moçambique), tem como referência o arquétipo de guerra, não porque se quer lutar, mas sim pelo INSTINTO de sobrevivência, tornando as participantes em guerreiras almejando a vitória.
É sem dúvida, uma grande e excelente iniciativa que, vai certamente inspirar, recuperar a autoestima e, sobretudo, dar um voto de esperança aos pacientes que ali se encontram hospitalizados.
“INSTINTO DE SOBREVIVÊNCIA” é um projecto que conta com 31 modelos de Angola, Brasil, Estados Unidos da América, Moçambique e Portugal que se encontram em alguma das fases do tratamento oncológico contra o cancro de mama.

Leave a Comment